sábado, maio 12

Desígnios

Ela sempre bela
 na história.
A vida  se fazia e
se aprendia
repleta dos sonhos  dela.
Na sua mente
miragens, do amor, da alegria !
Suas lutas destemidas e seus medos
enormes lutando diante dela. 
Gigantes a serem vencidos!
Da janela espreitava
parecendo que lá fora  
a vida seria fácil
por isso nunca olvidava seu riso
 nem bania a esperança.
 Sabia que esta luta
necessitava de  riso e fortaleza! 
Não podia divagar achando que tudo seria calmo.
Afinal, sorrisos também são tristes
e afastam os medos impedem a vida
de seguir.
E de longe se protegia nas grades de tal janela,
protegida tinha forças para as lutas desta vida.
Em muda contemplação espreitava 
o que passava lá fora...
Nem sempre convinha estar lá,
 emaranhar-se no viver em plenitude, 
Era preciso sutileza, boas escolhas,
Era preciso sabedoria e um bom entendimento.
Dela era o mundo pois havia tempo
era jovem e havia um caminho a seguir.
Porém, já sabia que este era um mundo imperfeito
 de sorrisos falsos e  pessoas distantes.
Ah vida sonhada e  bela
que via pela janela.
Em muda contemplação!
Vida insegura pela ausência do seu chão, de medos grandes
e pés paralisados. Vida contemplativa da alma que não ia adiante.
Nada podia fazer para derrubar seus muros
parada na espreita da vida lá fora viveu longo tempo...
Desígnios de um momento
ou de dias
ou de mundos
 são vidas escondidas em 
 seres inseguros
que  olham das janelas
e não  escrevem jamais sua história.
São vidas blindadas com pensamentos fortes de preservação
pois não poderiam tombar jamais. 
Deitar fora esses medos
poderiam trazer consequências funestas.
O medo faz bem para preservar a vida. 
E que esta flua  com tudo o que nela há. 
Que no tempo certo possam se abrir as  janelas  a fim de redescobrir
a alma do poeta que entristecia 
no escuro interior.
É por isso que a vida precisa de lutas e de regras,
 os passos precisam de rastros e de rumos definidos
para que o medo seja um adorno necessário de preservação. 
Para tal, melhor é saber
que há um Deus acima de todos os sonhos !